Notícias

Programação da Semana Santa

A Igreja Católica dá início neste Domingo de Ramos, 10 de Abril – a Semana Santa que se estende até o próximo domingo, dia 17 de abril – domingo de páscoa. A Semana Santa é o momento central da liturgia católica romana e é a semana mais importante do ano litúrgico, quando se celebram de modo especial os mistérios da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo.


Confira a programação da Semana Santa que iniciará neste domingo dia 10/04.


Significado de cada dia da celebração da Semana Santa

Domingo de Ramos

O Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa, é uma data de caráter festivo. Nele se celebra a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém, ocasião em que foi recebido com muito entusiasmo pelo povo, que o aclamou como Senhor e Salvador agitando ramos de palmeira e gritando “Hosana ao filho de Davi!”.

Nesse dia, a Missa de Ramos, promovida pela Igreja Católica, tem início nas ruas das cidades com uma procissão. Os fiéis costumam levar à procissão ramos de palmeira e outras árvores. Durante a procissão e a missa, os ramos são abençoados.

Segunda-Feira Santa

Após dormir em Betânia, Jesus e seus discípulos voltaram à cidade de Jerusalém. Nesse dia, Jesus expulsou os mascates e os compradores que faziam negócios dentro do Templo de Jerusalém. Essa passagem ficou conhecida como limpeza do Templo.

Em Mateus 21:12-22, Jesus diz:

Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração. Mas vós a tendes convertido em covil de ladrões.

Nesse mesmo dia, Jesus curou coxos e cegos dentro do templo.

A Segunda-Feira Santa precede os momentos mais importantes da Semana e é caracterizado como uma data de preparação para a Paixão.

Terça-Feira Santa

Segundo a Bíblia, na terça-feira Jesus retornou a Jerusalém e foi confrontado pelas autoridades religiosas do templo, irritadas com o fato de Jesus se colocar como uma autoridade espiritual. As conspirações contra Jesus eram cada vez maiores, e houve até uma tentativa de emboscada para prendê-lo.

No final do dia, Jesus foi com seus discípulos ao Monte das Oliveiras, onde profetizou sobre o Juízo Final, o fim dos tempos e o seu regresso (Parusia). Em Mateus 24:36, Jesus diz:

Contudo, ninguém sabe a data e a hora em que o fim virá, nem mesmo os anjos, nem sequer o Filho de Deus. Só o Pai o sabe.

Quarta-Feira Santa

Não há na Bíblia informações sobre o que fez Jesus nesse dia. Pode ser que tenha permanecido em Betânia, próximo a seus amigos Lázaro, Maria e Marta. Lembremos que um dos milagres mais conhecidos de Jesus é a ressurreição de Lázaro, acontecida tempos atrás.

Nas paróquias católicas do Brasil, esse dia é marcado pela Procissão do Encontro, que reconstrói de maneira simbólica o encontro entre Jesus e sua mãe Maria durante a Via Sacra (Via Crucis).

Na procissão, os homens partem de um ponto da cidade carregando a imagem de Nosso Senhor dos Passos. As mulheres partem de outro ponto carregando o andor de N. Sra. das Dores. Num dado momento, ambas as procissões se encontram.

Quinta-Feira Santa

Quinta-Feira é um dia muito importante na Semana Santa. Nesse dia, ocorreu a Última Ceia, em que Jesus e seus apóstolos comemoravam a Páscoa judaica. A quinta-feira marca o início do Tríduo Pascal, o momento mais importante da Semana Santa. É também nessa data que se encerra a Quaresma.

Um dos ritos mais tradicionais praticados na Quinta-Feira Santa é o Lava-Pés, que faz referência a uma passagem bíblica que diz que Jesus lavou os pés de seus discípulos após o pôr-do-sol da quinta-feira. Esse gesto simboliza solidariedade e humildade. Com ele, Jesus pôs-se a serviço do outro, a fim de redimir ou lavar os pecados.

O rito do Lava-Pés ocorre durante a Santa Missa da Ceia do Senhor, que celebra a instituição da Eucaristia (ou Comunhão) ocorrida durante a Última Ceia.

Tomando o pão, deu graças, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: "Isto é o meu corpo dado em favor de vocês; façam isto em memória de mim". Da mesma forma, depois da ceia, tomou o cálice, dizendo: "Este cálice é a nova aliança no meu sangue, derramado em favor de vocês." (Lucas 22:19-20).

Nesse mesmo dia, após a ceia, Jesus orou no Getsêmani. Foi preso logo em seguida, após ser traído por Judas.

Sexta-Feira Santa

Essa data é também chamada de Sexta-Feira da Paixão, já que nesse dia Jesus foi julgado, condenado e morto. Paixão vem da palavra latina passio, que significa sofrimento.

Na Sexta-Feira Santa se recordam os momentos mais difíceis dos últimos dias de Cristo, dos quais fazem parte o caminho para o Calvário (Via Sacra) e a crucificação. Para os cristãos, essa data é marcada pelo gesto de amor incondicional de Jesus, que entregou sua vida e nos seus ombros carregou todos os pecados da humanidade.

A sexta-feira, para os cristãos, é uma data de oração e jejum. Nesse dia ocorre em muitos lugares a tradicional encenação da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo.

Saiba mais sobre a Sexta-feira da Paixão.

Sábado Santo

Entre o pôr-do-sol da sexta-feira e o pôr-do-sol do sábado, não ocorrem celebrações nem comunhão. O Sábado Santo, também chamado de Sábado de Aleluia, é o dia em que Jesus Cristo jaz em seu túmulo. Por isso, o sábado é dedicado à oração e à meditação, à espera da ressurreição.

Só sábado à noite é que ocorre a Vigília Pascal, momento em que os cristãos celebram a ressurreição de Jesus Cristo. Em Mateus 28:1-10, lê-se que no fim do sábado o anjo do Senhor que o corpo de Jesus não estava mais no sepulcro porque havia ressuscitado, tal como ele mesmo havia profetizado.

Na verdade, a Vigília Pascal, embora aconteça na noite de sábado, deve ser considerada uma celebração do Domingo de Páscoa, já que para os judeus um dia acaba ao anoitecer.

Domingo de Páscoa

O Domingo da Ressurreição é um dia de alegria para os cristãos. Foi nesse dia que, segundo a Bíblia, Jesus ressuscitou e fez ao menos cinco aparições, uma delas para Maria Madalena e outras para seus discípulos.

O domingo é o dia em que os cristãos anunciam a verdade de que Cristo venceu a morte, indicando que um dia também serão salvos.

Páscoa é uma palavra de origem hebraica que significa “passagem”. A Páscoa Cristã comemora a passagem de Cristo do mundo dos mortos para a vida. Assim, Cristo venceu a morte e adquiriu a vida eterna a todos que creem nele.


Fonte: CNBB